Suiça reabre fronteira para brasileiros

Há duas semanas, a Suíça anunciou a reabertura das suas fronteiras para mais países e, dessa vez, o Brasil entrou na lista. A decisão foi divulgada no último sábado de junho (26).

De acordo com o Cônsul de Turismo do país, Fabien Clerc, a mudança aconteceu devido a diminuição nos casos locais da COVID-19 (60 novos casos a cada 100 mil habitantes) além do aumento da população vacinada, ultrapassando o marco de 50% parcialmente imunizada.  

Agora, para entrar no país, brasileiros precisam apresentar o certificado de vacinação, com as duas doses registradas nos últimos 12 meses, ou apresentar o teste PCR negativo, feito até 72 horas antes de viajar. 

São considerados válidos os imunizantes da Pfizer, Astrazeneca, Moderna, Janssen, Sinovac e Sinopharm. Aqueles que tomaram a vacina de dose única, da Johson&Johson, devem esperar 22 dias após a aplicação para viajar.  

A notícia é boa! Gradativamente o turismo volta a crescer e países extraordinários, como a Suíça, já podem retomar as atividades com segurança, proporcionando momentos únicos para todos que buscam essa experiência.

É o seu caso? Então veja alguns lugares que você precisa conhecer por lá! 

Quais lugares conhecer na Suíça?

Berna  

Foto de Banco de Imagens Gratuito – Pixabay

A capital da Suíça é uma cidadezinha pequena que parece ter saído de um filme. Tudo por lá é bonito e organizado! Berna é cortada pelo Rio Aare, de água transparente com um tom azul esverdeado e, sim, os turistas podem entrar para nadar, andar de bote, barco ou só admirar a paisagem enquanto pegam um solzinho no gramado.  

Logo na estação, por onde você chega na cidade, já dá para conhecer uma série de lojinhas e adquirir o mapa da cidade. Aproveite para garantir o seu, será crucial para tomar as melhores decisões de roteiro caso não esteja contando com a ajuda de um guia. 

No centro da cidade estão vários restaurantes e lojas, além de curiosas fontes de água potável enfeitadas com personagens emblemáticos do país.

A arquitetura da cidade inteira é um espetáculo, mas na rua principal estão as principais atrações: a Torre da Prisão, Torre do Relógio e a famosa Casa de Einstein.

Algumas outras sugestões de passeios são o Parque dos Ursos, a Catedral de Berna, o Parque das Flores e os vários museus de arte e de história suíça. Será um passeio super interessante! Você vai se surpreender. 

Genebra

Foto de Banco de Imagens Gratuito – Pixabay

Se vai a Suíça, não deixe de passar pela Capital da Paz! Genebra recebeu esse apelido porque é sede da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Cruz Vermelha, duas instituições mundiais famosas por implementar a paz.

Mas essas não são as únicas surpresas da cidade, afinal esse destino é cheio de cultura, história e belezas naturais. 

Já em frente ao Palácio das Nações, está uma enorme cadeira vermelha com uma perna arrancada. A obra de arte foi criada na década de 90 para contestar o trabalho nas minas, que causavam acidentes recorrentes. O sucesso foi tanto que até hoje a super cadeira está lá. 

Partindo para a Cidade Velha (Vielle Ville), parques e esculturas exibem a beleza da cidade e um pouco da sua história, como a Catedral de São Pedro e as paisagens ao redor do Lago Léman.

Mas Genebra é famosa mesmo pelos relógios, que transformaram o país no maior produtor mundial das peças há décadas e viraram foco dos roteiros turísticos mais populares na cidade.  

Museus, fábricas, lojas, esculturas dedicadas a relojoaria podem ser encontradas por toda a cidade. Vale a pena conhecer alguma opção para imergir de vez no espírito de lá! 

Montreux

Foto de Banco de Imagens Gratuito – Pixabay

Localizada no Cantão Vaud, Montreux é um lugar para quem ama a vida noturna, arte e música. A cidade foi casa de nomes como Charlie Chaplin e Freddie Mercury, por exemplo, e possui uma magia diferente da Suíça Alemã. 

A cultura predominante de lá é francesa e por isso essa é a língua mais falada entre os moradores. Além da movimentação da cidade, que é pequena, mas cheia de eventos que atraem turistas o ano todo, essa é a origem dos melhores vinhos brancos do mundo.  

Entre Montreux e Lausenne, está uma região chamada Lavaux, tombada pela UNESCO como Patrimônio Cultural. Nos terraços que se estendem pelas margens do Lago Genebra, estão mais 830 hectares de vinhedos, que enfeitam as vilas medievais e proporcionam aos turistas uma viagem no tempo, com direito a caminhadas, degustação e muitas curiosidades. 

Conhecer o mundo de Chaplin, os vinhedos e o castelo mais famosos da Suíça, são atividades que precisam entrar no seu roteiro. Não perca!

Confira o calendário de atrações para garantir que você ainda consiga aproveitar os maravilhosos shows de Jazz e festivais musicais que acontecem na cidade o ano inteiro. 

E mais… 

Zermartt, Lausenne, Brasileia, são outros nomes famosos que tornam a Suíça um destino incrível.

Em Zermatt estão as melhores estações de esqui, enquanto Lausenne é a cidade mais visitada do país. Mas se sua pegada é história e cultura, Brasileia hospeda a maior concentração de museus.  

Chocolates, trilhas, lagos, museus, monumentos, história, música, vinhos, antiguidade, modernidade, frio e calor, tudo isso em um mesmo lugar. Ou seja, opções não faltam e é por isso que, ter acesso a tudo isso, deve ser comemorado. 

Quer ir a Suíça? Conte com a Belvitur para planejar cada detalhe. Temos as melhores tarifas do mercado e os especialistas mais completos, garantindo que a sua experiência seja perfeita.

Conte com a gente para fazer a melhor viagem da sua vida!